Mobirise

" Cobrindo seus sonhos "

Lajes Treliça, cerâmica, Eps (isopor),Lajes Paineil maciço, concreto usinado. lajes em Mogi das Cruzes, lajes em Suzano, lajes em Poa, lajes em Itaquaquecetuba, lajes em Ferraz de Vasconcelos, lajes em Aruja, lajes em Guarulhos, lajes na Zona leste, lajes no Alto tietê, lajes em São Paulo, lajes em Bertioga ,lajes no Litoral.

Mogi das Cruzes:

(11) 4729-4890 (11)4738 3660

whatsap: (11) 947574597

Duvidas frequentes                 HOME     UNIDADE  MANUAIS     PRODUTOS     EMPRESA     E-MAIL     EVENTOS  

Quais os tipos de lajes ?

TR8 , TR12 , TR16 , TR20 , TR25 , TR30

As mais comuns, são , TR8 E TR12 conhecida como h8 e h12 , geralmente usada para residência .

Como escolher a laje certa para minha casa ?

Há duas maneiras viáveis e mais corretas de saber. Pelo projeto arquitetônico ou Solicitando a visita de um Técnico da nossa empresa.

A visita do técnico, vai lhe abrir conhecimento sobre sua obra , qual material é o mais adequado para atender sua necessidade, e comodidade

Laje de Isopor é confiável ?

‘’ A laje de isopor também recebe o nome de EPS, e talvez você conheça apenas um nome ou outro, mas é bom saber que existem duas nomenclaturas, assim você não se engana achando que é outro material ou técnica. ‘’


A técnica utilizada para a laje de isopor inclui a uma estrutura feita com vigotas de concreto e ferragem, criando suporte para o encaixe do isopor.

Após essa estrutura de sustentação ficar pronta, são encaixadas as placas de poliestireno (isopor) que formam a base da laje.

Com toda a laje de isopor instalada, são posicionadas escoras que darão sustentação a concretagem superior. Isso mesmo, o processo não acaba com o encaixe do isopor, depois das placas são usadas escoras em pontos determinados para dar sustentação e assim o espaço entre laje e telhado é preenchido com concreto.

O concreto que faz esse preenchimento deve ser espalhado imediatamente após a aplicação e depois de tudo preenchido, basta esperar a secagem para a continuação da cobertura da casa.


Vantagens :


· Isolamento térmico


Considerar o isolamento térmico é um ponto primordial no momento da construção, afinal ninguém quer morar em uma casa que seja quente demais ou que se assimile a um iglu. E nesse ponto a laje de isopor é muito superior, uma vez que o material consegue equilibrar a temperatura interna, sem absorver ou perder demais as temperaturas, e manter um clima agradável para o interior da residência.


· Facilidade de instalar conduítes


Ao ser comparada com qualquer outro tipo de laje, o modelo de isopor é o mais fácil para passar conduítes de energia, podendo ser cortados nos pontos necessários e tornando a tarefa mais fácil, já que as mangueiras que conduzem fios podem ser instaladas em qualquer ponto da laje.


· Transporte e manuseio


Ao optar por outros tipos de laje, é comum a demora na entrega do material por conta da dificuldade de transporte e peso do material. Já a opção de isopor, que é mais leve, torna todo o processo mais eficaz, uma vez que a leveza das placas permite carregamento maior no caminhão e manuseio mais fácil na hora de elevar as placas para o telhado.


· Pouca perda


Ao contrário dos modelos cerâmicos e outras opções que quebram com maior facilidade e enfrentam a dificuldade de corte para seguir o formato da obra, a versão de isopor é melhor. A opção em EPS permite mais cortes em diferentes formas e isso diminui as chances de erro, e consequentemente, a perda com cortes errados. As placas de isopor também são ideias por terem menos problemas com trincas e quebras, e isso aumenta a vantagem deste tipo de material.


· Isolamento acústico


A laje de isopor não é eficaz apenas quando se refere ao isolamento térmico. Em termos de isolamento, o material também se sai muito bem como isolante acústico, e pode ser uma boa opção para sobrados ou até para casas térreas, isolando os barulhos externos.


· Resistente


Um dos medos gerais é se laje de isopor aguenta peso, e a resposta é favorável – sim, laje de isopor suporta peso! É claro que o profissional da área civil responsável pela obra vai calcular tudo certinho de acordo com o seu tipo de construção, mas no geral, o material de isopor é resistente, já que é base para o processo de concretagem e é capaz de suportar até mesmo o deslocamento de pessoas sobre a estrutura.


· Rapidez na Montagem


É raro um prazo de obra que se cumpra, afinal a cada processo surgem novidades ou até mesmo empecilhos, como intempéries do tempo, que fazem com que a obra se atrase. Então, se você quer driblar, ao menos um pouco desse atraso total, a laje de isopor pode ser uma alternativa para deixar a obra mais rápida. A montagem inicial é mais rápida e dispensa o processo de secagem, tornando todo o restante mais rápido.


· Fundação de carga menor


O isopor tem peso bem menor quando comparado a outras opções de lajes pré-moldadas, e isso é um ponto favorável, uma vez que a fundação da casa vai receber uma carga menor; o que pode resultar em um processo até mais rápido e econômico para o processo de fundação.


· Dispensa estrutura de madeira


Em geral, as lajes maciças pedem caixotes de madeira que darão suporte ao concreto até o momento da secagem total, já no caso da laje de isopor essa estrutura de madeira é dispensável, uma vez que o isopor funciona como suporte para o concreto. A única estrutura de sustentação que a obra pede são escoras em pontos distintos. Desvantagens :


· Calor/ frio


Apesar de ser um excelente isolante térmico, a laje de isopor exige um bom projeto para ser eficaz. Caso a residência não tenha boa circulação de ar e janelas bem orientadas para as posições do sol, a laje pode ser uma má escolha e tornar-se um contribuinte para manter a temperatura da casa, que pode ser excessivamente quente ou fria; ao invés de equilibrar a temperatura e manter o clima agradável.


· Preço em relação à opção cerâmica


A pouca diferença de preço em relação a laje cerâmica não é uma vantagem, e isso tende a escolha para o método mais tradicional – lajotas cerâmicas. No entanto, mesmo com essa pouca diferença, vale a pena considerar todos os outros fatores positivos da técnica com isopor.


Obs : O acabamento da laje de isopor costuma ser um dúvida, uma vez que não é indicado fazer furos e ranhuras para agregar melhor o gesso ou argamassa. Diante desse fator, o mais indicado é fazer chapisco com argamassa e usar uma cola especial para melhor adesão e posteriormente a aplicação do gesso. Outra opção é escolher o forro de gesso rebaixado, deixando a estrutura moderna e bonita.

Dicas Importantes na hora de comprar a Laje

    Será muito bom antes da compra da laje , solicitar uma visita técnica da onde você pretende efetuar a compra da laje , pois o técnico irá fazer a avaliação do local e indicar a melhor laje e o melhor material á ser trabalhado na obra.

    Sempre ficar atento e procurar entender a necessidade atendida pela empresa , e se possível o acompanhamento de algum engenheiro assinante pelo projeto com total responsabilidade sob o serviço prestado , para não gerar problemas futuros com a laje.

    Examinar a qualidade da laje a qual irá ser usada para sua obra.

    O concreto também é um dos pontos mais fortes da laje , precisa ser de qualidade , se o concreto for ruim poderá acarretar danos futuros. Caso precise de laudo ( corpo de provas ) a empresa contratada deverá fornecer ,para se responsabilizar do compromisso

Qual é o tempo de cura da laje ?

    Acompanhe as dicas para fazer cura úmida ou química de lajes de concreto.Siga as instruções do fabricante para a quantidade de produto a ser aplicado. Em geral, fica em torno de 0,4 litro/m2.

· Não se esqueça de encharcar as mantas a cada oito horas, em média. Durante a cura, isole o local para carregamentos mais pesados, como sacos de areia e cimento. Isso pode causar imperfeições na laje.

    O isolamento deve ser mantido por, pelo menos, 28 dias. Para a cura química, espere cerca de 30 minutos depois da concretagem. Esse é o tempo necessário para que a laje chegue à consistência ideal para aplicação dos produtos químicos: nem tão encharcada, nem muito seca.


· ATENÇÃO!

    Evite concretar nos horários mais quentes do dia. Prefira o início da manhã - até 10 h - ou, de preferência, o final da tarde, após as 15 h. Nesses horários a água evapora menos com o calor e o risco de fissuras é menor.

    Para iniciar a cura úmida, aguarde a secagem do concreto por um período de aproximadamente três horas, até que a superfície não apresente mais o aspecto brilhante.

· A melhor forma de fazer a cura úmida é construir uma piscina. Faça pequenas barreiras na borda da laje e encha com água limpa até a altura de 2 cm. Essa quantidade de água será suficiente para garantir a cura por três dias. Se não for possível fazer a piscina, utilize um aspersor de água. Esse equipamento deve ser regulado para jogar água em intervalos regulares e alcançar todas as partes da laje. Quando usar uma manta, espere pelo menos seis horas antes de cobrir o local. Esse é o tempo mínimo para que a superfície possa ter ter resistência para suportar o peso dos aplicadores.

Aceitamos :

bandeiras

Curta nossa página!